usuarios on line

quinta-feira, 16 de julho de 2015

AQUI É CORINTHIANS - Malcom pode ser preso por suposta compra de CNH - ele teve CNH suspensa

Olá amigos,

mais um corinthiano envolvido com a polícia e justiça.

fonte: UOL, globoesporte e folhapress:


Malcom tem CNH suspensa e pode ser preso por compra de documentos

  • Malcom pode ser preso por até 12 anos com suspeita de compra de documentos
    Malcom pode ser preso por até 12 anos com suspeita de compra de documentos
O atacante Malcom, do Corinthians pode ser preso por compra de Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Uma denúncia feita pela Rede Globo identificou que o atacante que recentemente completou 18 anos conseguiu sua carteira de motorista em apenas 20 dias, e é acusado de dois crimes. 
O documento do jogador está suspenso imediatamente. A reportagem apontou irregularidades nas datas de realização e exames médicos, início das aulas e liberação para dirigir. 
Malcom teria feito exames no dia 12 de março, no dia 13 começou as aulas teóricas e no mesmo dia também realizou aulas práticas, algo que é proibido. Primeiro é necessário o resultado do exame, depois a aprovação nas aulas teóricas e as aulas práticas somente depois de aprovação em prova escrita. 
"Isso é crime, o cidadão pode ser preso por dois a 12 anos por conta de corrupção ativa e passiva", disse o diretor-presidente do Detran de São Paulo, Daniel Annemberg, à Rede Globo. 
A suspeita partiu do momento que Malcom admitiu ter uma liberação para dirigirantes mesmo de conseguir a carteira ao UOL Esporte, em março. . O jogador tinha no carro seu 'xodó' desde que comprou ao fazer 18 anos. 
Nos registros da carteira de Malcom consta inscrição em dois Centros de Formação de Condutores (CFC). Outra situação que não é permitida. Um dos endereços em que seria o CFC funciona um estabelecimento comercial. 
Além da CNH de Malcom, outros 4500 motoristas terão documentos suspensos. Não é o primeiro caso de jogador de futebol com compra de documentos. Leandro, que atualmente defende o Palmeiras, chegou a ser preso quando era atacante do Grêmio por conta de uma CNH comprada. 

O SPTV também fez reportagem:

O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran) descobriu um esquema de fraudes na emissão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e encontrou irregularidades envolvendo a obtenção do documento pelo jogador Malcom, do Corinthians. As informações foram divulgadas na edição desta quinta-feira (16) do SPTV.
O jogador conversou com a equipe de reportagem do SPTV por telefone na quarta-feira (15) e negou ter comprado a CNH.
O esquema para compra de CNH teria beneficiado cerca de 4.900 pessoas em cidades do interior do estado. Elas tiveram as habilitações suspensas e poderão responder por falsidade ideológica e fraude. Doze funcionários do Detran foram afastados por suspeita de participar do esquema nas cidades de Jundiaí, São Vicente, Laranjal PaulistaValinhosSão Caetano e Sumaré.
A compra da carteira custaria até R$ 6 mil, segundo a investigação do Detran. O esquema teria movimentado R$ 10 milhões.
Jogador
O atacante corintiano seria um dos beneficiados. Malcom conseguiu tirar a CNH apenas 20 dias depois de completar 18 anos. O processo, que segue um cronograma de exames, aulas teóricas e práticas, costuma levar cerca de 3 meses.
Ao levantar as informações do sistema, o Detran identificou uma série de irregularidades no processo do jogador, como começar as aulas práticas e teóricas no mesmo dia, o que não é permitido.





Nenhum comentário:

Postar um comentário